Euribor a 3 e 6 meses caem pela primeira vez em quatro dias

A Euribor a seis meses, a mais usada no crédito à habitação em Portugal, desceu hoje para 0,340%. Esta é a primeira descida, depois de três subidas consecutivas.

No mesmo sentido, o prazo a três meses, que serve sobretudo de referência nos empréstimos às empresas, também desceu para os 0,201%, quebrando um ciclo de três subidas consecutivas.

No mesmo sentido, o prazo a 12 meses manteve-se nos 0,570%.

As Euribor costumam seguir a taxa de juro de referência do BCE e influenciam directamente a prestação da casa das famílias e o custo dos empréstimos dos bancos às empresas.

A autoridade monetária deixou as taxas de juro inalteradas na primeira reunião do ano e afastou o cenário de novas mexidas, mas prometeu não retirar as medidas extraordinárias de apoio à economia e ao sistema financeiro. Foi o sexto mês seguido que Mario Draghi, presidente da instituição, manteve os juros no euro, depois do corte em 0,25 pontos decidido em Julho.